Grupo Monza - 39 anos pensando em você

Atendimento: 67.3029-7171 - Av.Coronel Antonino, 513

Notícias

Carro rebaixado: como estar dentro da lei

Postado dia 04/07/2013

 O projeto de um automóvel assegura todas as possibilidades de uso, portanto se você quiser alterar algum componente é preciso muita cautela para não comprometer a carroceria e principalmente a dirigibilidade.

 Nos carros rebaixados, por exemplo, o método mais utilizado é o corte das molas. As molas fazem parte da suspensão do carro, e uma boa suspensão garante maior estabilidade e conforto, e, consequentemente, maior segurança. É por isso que a legislação de trânsito possui regras bem rígidas sobre essa prática. Atualmente, o rebaixamento da suspensão é uma pratica legalizada, mas quem quiser alterar a altura do veículo deve seguir os seguintes passos:

 Seja para levantar ou rebaixar, o primeiro passo é levar o carro para uma inspeção que avaliará a modificação. Essa inspeção só pode ser realizada em local cadastrado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro). Após aprovada a alteração, será emitido o Certificado de Segurança Veicular (CSV).

 Depois disso, é preciso levar o veículo ao Departamento de Trânsito (Detran) para acrescentar ao documento a inscrição "medida verticalmente do solo ao ponto do farol baixo do veículo", como consta na atual resolução. Vale lembrar que ao efetuar as manutenções na suspensão o ideal é substituir uma peça por outra da mesma marca.

 E cuidado! Alterar as condições originais do carro por própria conta e risco é uma ação ilegal.

 

 Fonte: G1

Outras notícias